Janaina Conceição Paschoal nasceu na Zona Leste de São Paulo, neta de migrantes pernambucanos, vê São Paulo como um grande polo atrativo para toda a nação.

Aos dezessete anos, ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, o famoso Largo de São Francisco, onde se graduou em 1996.

Na mesma instituição (Largo de São Francisco), obteve seu doutoramento e a Livre Docência. Desde 2003, leciona em referida Faculdade, ministrando diversas disciplinas diretamente relacionadas ao Direito Penal, além de Segurança Pública, Biodireito e Religião e Direito Penal.

Autora de vários livros e artigos, com destaque para Constituição, Criminalização e Direito Penal Mínimo (Editora RT), Ingerência Indevida (Editora Fabris) e Religião e Direito Penal (Editora LiberArs).

Janaina trabalhou na Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e no Ministério da Justiça; também exerceu a Presidência do Conselho Estadual de Entorpecentes de São Paulo. Advogada há vinte anos, participou do Conselho Seccional da OAB/SP e de várias atividades de Ordem.

Crítica ferrenha da dominação exercida pelo esquerdismo no Brasil, há muitos anos, Janaina denuncia a necessidade de enfrentar a ditadura que aos poucos vem se instalando. Com o fim de inverter esse tenebroso rumo, ao lado de Hélio Bicudo e, posteriormente, de Miguel Reale Júnior, Janaina pediu o Impeachment da Presidente Dilma Rousseff,  participando intensamente do processo mais importante da História recente.

Merece destaque, igualmente, o fato de, na companhia de Hélio Bicudo, Maristela Basso e Jorge Coutinho Paschoal, ter oferecido denúncia contra Nicolas Maduro, perante o Tribunal Penal Internacional, pelos muitos crimes contra a humanidade por ele praticados.

Apesar de ter uma carreira sólida, tanto na advocacia como na docência, e de gostar muito de seu trabalho, Janaina percebeu que entrar formalmente na Política poderia ser uma forma de ter mais voz, para seguir lutando pela depuração de nosso país.

Concorrer a um cargo eletivo, a princípio, não estava em seus planos, mas as pressões sofridas mostraram que ela só teria dois caminhos: obter o aparato necessário para falar em prol do país, ou se recolher, pois as ameaças de mal injusto e grave e as ofensivas persecutórias não lhe permitiriam continuar a trilhar o caminho que iniciou.

Ademais, Janaina sempre ensinou seus alunos que eles precisam se preparar para ocupar os espaços e fazer a diferença. Recuar, certamente, seria um mau exemplo.

Com relação às alunas, Janaina insiste, há anos, que elas podem conciliar vida familiar e profissional. Em certa medida, concorrer ao cargo de Deputada Estadual foi uma forma de evidenciar que essa junção é possível.
 
Em 2018, foi eleita com 2.060.786 de votos, que é a maior votação recebida por um parlamentar no Brasil, tanto na esfera Estadual como na esfera Federal. Sua área de atuação é Saúde, Educação e Segurança Pública.
Fechar Menu