Importância de tratamento precoce e medidas de contenção dos impactos da Covid-19

MAURÍCIA FIGUEIRA

A deputada Janaina Paschoal (PSL) iniciou a Tribuna Virtual falando sobre a necessidade de as pessoas iniciarem um tratamento tão logo apareçam os primeiros sintomas da Covid-19. Segundo ela, exames feitos precocemente podem impedir o avanço da doença. “Não tem tratamento, mas há muitos casos concretos de administração de um conjunto de medicamentos com resultados positivos”, comentou a deputada. Postergar o início do tratamento, de acordo com a deputada, pode ser prejudicial. “Há pesquisas internacionais, feitas academicamente, mostrando que mais de 80% dos pacientes que vão para os respiradores acabam indo a óbito. É muito importante iniciar o tratamento para impedir que a doença se agrave e a pessoa seja mandada para uma UTI, para um respirador”.

Janaina Paschoal manifestou solidariedade a todas as pessoas que perderam parentes para a doença e também as que estão lutando contra a doença, entre elas o secretário da Educação do Estado de São Paulo, Rossieli Soares.

Outro assunto abordado pela deputada foi a tramitação do Projeto de Lei 350/2020, que traz medidas de enfrentamento aos impactos da Covid-19. O projeto trata de assuntos como isenções fiscais a empresas prejudicadas pela pandemia, repactuações com empresas públicas contratadas para não demitirem seus empregados, além de medidas de transparência com gastos. Janaina Paschoal apontou algumas objeções ao projeto, como a possibilidade de o Estado requisitar leitos de hospitais privados. “Meu temor é que a Casa autorize, o Poder Público pague – não sabemos ainda os valores – e amanhã leitos sejam requisitados por valores exacerbados”.

Mais uma divergência comentada pela deputada é a previsão de auxílio emergencial para trabalhadores da área da cultura. “Não há objeção quanto à categoria artística. Mas fi co preocupada em explicar para o eleitor qual a diferença do profissional da cultura para os demais profissionais que foram prejudicados pela pandemia”.

Fonte: Diário Oficial do Estado de São Paulo

Deixe uma resposta