Todos contra, mas governador quer demolir Hospital Darcy Vargas. Deputada denuncia prejuízos ao Estado

Diferente do que foi declarado pelo corpo diretivo do Hospital Infantil Darcy Vargas, na semana passada, a instituição ainda não possui um encaminhamento. Segundo informações, o Governo Estadual afirma que já está consolidada a troca de terrenos com uma construtora, com supostos interesses prejudiciais à população e a todas as crianças enfermas. A comunidade local, ainda busca garantias sobre a situação, e vai continuar a luta pela manutenção da importante unidade hospitalar infantil, com referências em vários atendimentos de excelência médica, instalada há 62 anos no Morumbi. Deputada Janaina Paschoal denuncia a troca prejudicial ao Estado. Governador João Doria insiste na troca de terrenos, apesar de seu Secretário afirmar ao contrário.

“A iniciativa privada quer o terreno valiosíssimo”

De acordo com informações da Assembleia Legislativa (ALESP), a possibilidade de mudança do Hospital Infantil Darcy Vargas para outro bairro foi tema abordado na tribuna pela deputada Janaina Paschoal (PSL). Em reunião mensal, realizada esta semana, entre o governador e deputados estaduais, a deputada indagou sobre o hospital. “O governador disse que a decisão de tirar o hospital do lugar onde está não tem volta”, afirmou. O hospital, localizado no Morumbi, foi inaugurado em 1958 e é referência no tratamento pediátrico de alta complexidade. “A iniciativa privada quer um terreno valiosíssimo para construir um empreendimento mais valioso ainda para ganhar milhões. Essa empreiteira quer entregar um terreno que não vale nada para o Estado em troca de um terreno valioso e construir um hospital para dizer que está dando alguma coisa”, comentou Janaina, que considera a troca prejudicial ao Estado: “Vamos abrir mão de algo que está operando perfeitamente para entrar num empreendimento em que só quem vai ganhar é esse grupo empresarial”.

A Gazeta de Pinheiros-Grupo 1 de Jornais conversou com exclusividade com a deputada.

Gazeta de Pinheiros -Há possibilidade do Hospital Darcy Vargas sair do atual local? Há planos de fechar ou transferir o Hospital?

Janaina Paschoal – Estamos apurando essa ameaça há dias. Sob o ponto de vista jurídico, entendo que não há sustentação para esta pretensão. No entanto, o Governador nos disse pessoalmente, durante sua reunião mensal com os deputados, que essa decisão já está tomada. Por força desta fala dele, estou reunindo elementos para uma representação ao Ministério Público.

GP -O terreno do Hospital está sendo cogitado para ser vendido?

JP- Pelo que entendi, o Plano do Governador não é vender, mas permutar um terreno valioso por um terreno sem qualquer valor. Só há perdas para o Estado.

GP -A população está procurando seguranças de que o Hospital permaneça no local. E possível assegurar isto? O que a comunidade local pode ainda fazer?

JP- Só posso assegurar que lutarei com todos os instrumentos legais para manter o Hospital onde está, em pleno funcionamento.

Ainda sem definição

Na semana passada, a Gazeta de Pinheiros/Morumbi News – Grupo 1 de Jornais trouxe o abaixo-assinado que circula pela comunidade local para que o Hospital Darcy Vargas permaneça em seu atual endereço. De acordo com o documento, o Hospital Infantil Darcy Vargas oferece atendimento a várias famílias carentes e de baixa renda e está correndo o risco de ser “despejado”, para ser transferido para local junto às comunidades do Jaguaré, sem segurança e com supostos interesses imobiliários. “Nosso governador pretende vender o terreno do hospital para a construção de um condomínio de luxo no Morumbi e realocar os funcionários e pacientes em outro lugar, em uma região mais perigosa e longe, por isso pedimos que você assine este documento exigindo que o governador não venda o terreno do hospital e que mantenha os pacientes onde estão. Pedimos que além de assinar você nos ajude compartilhando essa petição e impedindo que o hospital seja mudado de lugar, evitando assim que muitos pacientes e suas famílias sofram”, informa o documento.

Secretaria da Saúde afirma e ‘volta atrás na decisão’

Na semana passada em reunião do Conselho Diretor do SindSaúde-SP, os diretores da instituição afirmaram que não haveria a mudança. De acordo com o texto publicado, foi firmado um compromisso de manutenção no local. “O que teria ocorrido foi uma sondagem de uma construtora (supostamente São José), que não avançou”. Agora, voltando atrás na decisão e contra a palavra do SindiSaude, a Secretaria de Estado da Saúde silencia, talvez para não ir contra a “nova” decisão do governador e ainda reafirma que recebeu proposta que prevê a implantação do Hospital Darcy Vargas em prédio novo, totalmente estruturado e equipado para melhoria da assistência. Ainda segundo a Pasta, não haveria definição sobre a proposta. “Qualquer medida com o imóvel atual seguirá diretrizes técnicas, legais e administrativas, mediante parecer da Procuradoria Geral do Estado. O Governo de São Paulo reforça que não haverá o fechamento de nenhum hospital”, terminava a nota.

Hospital Darcy Vargas

O Hospital possui serviços de Ambulatório, Pronto-Socorro, Terapia Intensiva Infantil e Neonatal e Hospital – Dia e ocupa duas edificações, uma delas com sete pavimentos, onde está instalada a Unidade de Internação e atendimento de Pronto Socorro, e outra com três pavimentos, onde ficam as instalações do Ambulatório.

Hospital é referência médica no tratamento de crianças com câncer

O espaço é referência no tratamento de crianças com câncer e outras especialidades, como hematologia, cirurgia infantil, urologia, endocrinologia, nefrologia e casos complexos de pediatria geral. Conta com UTI Neonatal, que é referência principalmente para cirurgias de alta complexidade e está inserida no Programa ‘Mãe Paulistana’ (programa municipal implantado em 2006 voltado para a mãe e o bebê) para casos de cirurgia pediátrica e UTI Pediátrica, ambas classificadas como tipo III e certificadas pelo Ministério da Saúde.

26 especialidades médicas

O Ambulatório oferece consultas em 26 especialidades médicas que dão suporte ao atendimento médico hospitalar: Alergia e imunologia, Cancerologia, Cardiologia. Cirurgia, Cirurgia Plástica, Dermatologia, Endocrinologia, Gastrenterologia, Genética Médica, Hematologia e Hemoterapia, Homeopatia, Infectologia, Medicina do Trabalho, Nefrologia, Neonatologia, Neurocirurgia, Neurologia, Nutrologia, Oftalmologia, Ortopedia e Traumatologia, Otorrinolaringologia. Pediatria, Pneumologia. Psiquiatria da Infância e Adolescência, Reumatologia. Urologia.

O Hospital Infantil Darcy Vargas foi inaugurado no dia 25 de dezembro de 1958. Inicialmente, foi denominado “Hospital Infantil Morumby S.A.” e posteriormente, no começo da década de 60, foi alterado para Hospital Infantil Darcy Vargas, em homenagem à ex-primeira dama, esposa do ex-presidente Getúlio Vargas, que governou o país no período de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954, e fundadora da Legião Brasileira de Assistência no ano de 1942.

Segundo o site da instituição, o Hospital tem como missão prestar assistência especializada e multidisciplinar, de forma humanizada, à saúde da criança e do adolescente, promovendo o ensino, trabalhando de maneira articulada com os princípios do Sistema Único de Saúde e do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Fonte: Gazeta de Pinheiros

Deixe uma resposta