Deputada Janaina Paschoal vai a reunião na Secretaria de Saúde

Ontem à tarde, a Deputada Janaina Paschoal foi a uma reunião na Secretaria de Saúde do Estado para discutir alguns temas relacionados à saúde no Estado de São Paulo. Em suas palavras:

“Estou recebendo inúmeros emails do povo de Bauru, inconformado com o Hospital do HC fechado e os estabelecimentos comerciais igualmente fechados para que não haja esgotamento do sistema de saúde. Já estive na Secretaria da Saúde para tratar desse e outros casos.

Em um primeiro momento, a informação é a de que não há recursos para colocar o HC em operação. Estou ciente da ação movida pelo Ministério Público, que contesta gastar em hospitais de campanha no lugar de investir nos equipamentos existentes. Vamos apresentar requerimento de informações para ter uma resposta mais detalhada e oficial do Poder Executivo. Relembro, no entanto, que votei contra o estado de calamidade, também por entender que os investimentos deveriam ocorrer nos hospitais existentes!

Na reunião havida na Secretaria da Saúde, tratei de outros tantos hospitais que, a princípio, passariam por uma readequação, com fechamento do PS, para receber exclusivamente casos de maior complexidade. Entendo os argumentos, mas a população não pode ficar desassistida. Recebi a informação de que a Secretaria vai adiar a reformulação, mas já solicitei informações mais detalhadas por ofício também.
Com relação a Bertioga e Peruíbe, a informação que tive foi a de que as obras foram paralisadas por falta de verba. Após a pandemia, serão retomadas. Vamos acompanhar.
Não sou de relatar minhas atividades diárias. Mas julguei importante, pois as pessoas estão muito atarantadas com tanta confusão: hospitais fechados, gastos em equipamentos provisórios, fechamento do comércio e perda de empregos… E essas pessoas têm razão!
Não prometo resultado, mas me comprometo a acompanhar esses casos. Como também estou monitorando, atenta, a movimentação em torno do Hospital Darcy Vargas. Disse ontem na Secretaria que, na medida em que é tão difícil construir e manter um hospital, não tem sentido parar um bom!”

Deixe um comentário

1 + nove =